Conhece a maçã de coco?

11121

Dentro da mata atlântica em Ilhéus, no sudoeste da Bahia, bolotas de sol forte fazem marcas no chão fôfo de humus composto de camadas de folhas em decomposição onde estão pés de cacau cabruca nativos muito antigos. Cabruca é o tipo de cultivo que aproveita estas falhas na mata. O cacau gosta de sombra e escuridão, gosta de mato grosso do lado mas, precisa de lambidas de sol durante o dia. É um cacau que cada vez vale mais, principalmente fora do Brasil, porque a qualidade é boa e o manejo orgânico esta melhorando. O cacau cabruca precisa de cuidados de gente que gosta e entende de mato, que enxerga de longe o principal inimigo da planta, a vassoura de bruxa. Pois é, foi dentro do mato úmido e abafado que um caboclo atarracado e com a camisa colada no corpo de suor começou a bater com um facão em um coco velho de casca seca amarronzada encontrado no chão. Chegou até a casca do coco seco, igual aquele que a gente compra na feira que tem água dentro, quebrou a casca e perguntou como se fosse uma jóia “conhece a maça do coco?” Comi este miolo que voces estão vendo na foto e adorei. Tem textura de uma maria mole, muito delicado, naturalissímo, imagina o coco estava no chão, foi o clima da mata que fez a “maçã.” De lá pra cá não parei mais de perguntar para Deus e o mundo sobre a maçã de coco para saber se alguém já tinha ouvido falar. Nada, ninguém, nem unzinho ouviu falar um tico de nada de maçã do coco. Nós vamos bater muita cabeça naquela sessãozinha de orgânicos absolutamente suspeita e cara que nos é apresentada nas gondolas dos supermercados.

3 Comentários

Ricardo Sena   em 13 março, 2011

Pedrão,

Quando criança morei em Itabuna, meu pai trabalhava com comércio de cacau e todos os finais de semana o acompanhava nas visitas as fazendas da região cacaueira. Numa delas, próx a Ilheus, conhecí a maçã do coco, criança e sem entender, ficava imaginando como podia nascer uma maçã dentro do coco, onde deveria ter apenas água!… Foi a primeira e única vez que ví e experimentei a iguaria. Isso deve fazer uns 25 anos no mínimo e se não fosse o seu post, jamais teria lembrado. Obrigado!

Grande Abraço,
http://www.ricardosena.com.br

Luciano Gusmão   em 15 março, 2011

Olá Sr. Pedro,

Sim, conheço a maçã de coco. Nasci em Ilhéus e lá vivi até adolescente. Já tive a sorte de encontrar “maçã” em alguns cocos velhos.

Abraço.

Marzio Henrique   em 21 fevereiro, 2014

Olá bom dia,

Eu tenho 24 anos, moro no Rio de Janeiro a 15. Nasci em Canavieiras – Bahia, já tive o prazer de saborear esta raridade quando eu era criança, não entendia muito bem porque nascia aquilo dentro do côco plantado, mas lembro perfeitamente do sabor da maçã de côco como se fosse hoje, uma delícia. Já perguntei a muitos conterrâneos meus se conheciam a maçã de côco, mas a resposta de todos foi negativa, nunca tiveram a chance de provar, por desconhecer. Fico feliz em ler a experiência de vocês e poder compartilhar a minha também.

Abraço,

Marzio Henrique.

Comentar


8 − = sete